1.036 reais: novo piso salarial dos comerciários de João Pessoa

Sindicato dos Comerciários da Grande João Pessoa (SINECOM), conquista reajuste de 10% para o piso salarial da categoria de João Pessoa, passando de 942 reais para 1.036 reais, a partir de 1º de julho

Escrito por: Marcell Jam/Sinecom-JP

Após vários debates e impasses na realização da 2ª Mesa de Negociação Salarial, por parte da classe patronal, que alegou várias vezes a crise nacional, o SINECOM conquista reajuste de 10% para a categoria comerciária de João Pessoa, obtendo assim ganho real para o salário dos trabalhadores. E para os que ganham acima do piso foi negociado um percentual de 9.49% (sendo 70% deste percentual agora e 30% a partir de janeiro/2017).

A negociação aconteceu na tarde de hoje (12), na FECOMÉRCIO, em um clima tenso, mas de insistência por parte do sindicato em não fechar com os números apresentados pela representação dos empregados, que chegou a oferecer no começo das negociações 8.89% de reajuste.

Por mais de cinco rodadas de conversas e debates, nesta 2ª mesa, ambos chegaram a um acordo mas, algumas pendência nas cláusulas econômicas ainda serão negociadas em uma próxima rodada, como: o valor dos domingos e feriados, que atualmente é de 46 reais, vale alimentação, que é de 5,50. Além, também, do piso dos empacotadores e dos comerciários do interior, entre outras.

Rogério Braz, presidente do SINECOM, destacou que: “Apesar da crise que todos nós estamos enfrentando no país, e vários acordos sendo feitos entre o governo interino de Michel Temer e o congresso junto com o senado para retirar direitos e conquistas dos trabalhadores, foi uma vitória para os comerciários esta negociação. Além disso, infelizmente, temos visto um cenário negativo em algumas negociações em nível nacional e em vários estados da nossa região. Mas, em João Pessoa, conseguimos obter êxito, com ganho real, pois nossa categoria precisava desta conquista. Quero destacar o apoio dos comerciários nas reuniões, assembleias e mobilizações. Vamos adiante à luta, concluir as negociações com algumas pautas quem ficaram pendentes, e avançar com novos benefícios para a família comerciária."

Rogério também AGRADECEU o apoio de todos os diretores do SINECOM, SEAAC-PB e FETRACOM-PBRN, além da CONTRACS e da CUT, na luta em favor da Família Comerciária.


página inicial