Novo piso salarial dos comerciários de Patos fica definido em R$ 1.120,00

Valor foi definido em reunião com representantes dos trabalhadores e dos empregadores



Depois de duas rodadas de negociações, representantes dos trabalhadores do comércio e dos empregadores realizaram este ano uma das mais céleres negociações. O novo piso salarial da categoria para a convenção coletiva 2019/2020 do comercio de Patos com data base em primeiro de julho foi definido em reunião realizada na noite de ontem (17). Ficou estabelecido um valor de R$ 1.120,00 (o atual era R$ 1.071,00), o que representa um reajuste de 4,57%, conseguimos um ganho real de 1,26% uma vez que o INPC foi de 3,31%, ficou estabelecido ainda um novo valor para os trabalhadores que percebem acima do piso num percentual de 2,8%.


O Sindicato dos Trabalhadores do Comércio de Patos (SINTRACS-PR) esteve representado na negociação pelo presidente, Everaldo Lima, o assessor jurídico do sindicato, o advogado Pedro Lucas Silveira além de todos os demais membros da sua Diretoria.


Com o reajuste negociado ficam estabelecidos novos valores para o pagamento das demais cláusulas econômicas tais como diária do ajudante de motoristas/entregadores e vendedores externos e de consórcio nos seguintes valores: diária intermunicipal ou interestadual com pernoite R$ 53,00; diária intermunicipal ou interestadual sem pernoite R$ 42,00; diária na circunscrição estabelecida no caput da cláusula primeira em relação a grande Patos R$ 31,00, o pagamento do quebra de caixa ficou garantido em 10%, ainda foram ajustados o auxílio alimentação para os trabalhadores abrangidos pela referida clausula no valor de R$ 7,40 e a manutenção do pagamento da ajuda de custos para quem trabalha em domingos e feriados no valor de R$ 56,00 reais garantindo uma folga antecipada da semana referente ao domingo e uma folga em até 30 dias, referente aos feriados.


Para o presidente do SINTRACA-PR, Everaldo Lima, a negociação deixa um saldo positivo. Conseguimos fechar uma negociação no mês em que ocorre nossa data-base. Isso é um grande avanço, disse. E continuou: Precisamos dos trabalhadores ainda mais unidos e participativos nas ações do sindicato porque somente a união faz do sindicato um representante cada vez mais forte. Juntos Somos Mais Fortes, finalizou.


Assessoria

#Local

página inicial